adUnit

Estatal venezuelana "recorre a Deus" contra crise energética

10 de fevereiro de 2010 | 17h24 | atualizado às 17h24

A estatal venezuelana Edelca convocou todos os seus funcionários para uma hora de orações na sexta-feira depois do fracasso do racionamento de energia e as poucas chuvas que caem no país. A "ajuda divina" para solucionar a crise energética ganhou o nome de "Clamor a Deus pelo Setor Elétrico Nacional."

"Apoiamos estas convocações com a nossa presença, unidos no nosso compromisso de erguer nossa grande companhia", disse o presidente da Edelca, Igor Gavidia León, em nota a seus funcionários, sob uma citação bíblica dizendo que "Deus ouve as preces dos humildes".

A Edelca, subsidiária da estatal energética Corpoelec, administra a enorme hidrelétrica de Guri, que já chegou a gerar quase metade da eletricidade venezuelana, mas há meses sofre com a baixa do seu reservatório.

A Venezuela tem tido apagões desde 2009, o que o presidente Hugo Chávez atribuiu à seca e à alta na demanda após cinco meses de crescimento. A oposição diz que o problema foi de falta de investimentos públicos nos 11 anos do atual governo.

Nesta semana, Chávez declarou "emergência energética" e assinou um decreto que oferece bons descontos a empresas e residências que reduzirem seu consumo, mas multa quem não cortar o uso de energia.

» Venezuela pode decretar emergência elétrica


» Confira mais notícias sobre Economia
» Siga o Terra no Twitter
por: Invertia
adUnit PUBLICIDADE
adUnit
  © 2019 Terra Networks S.A Versão clássica